sábado, 2 de maio de 2015

O CINECLUBE ZUMBIS APRESENTA: “A GREVE”, de Sergei Eisenstein



<ENTRADA FRANCA> 
  *Após a exibição será feito o debate do filme.

Local: Anfiteatro da Unemat.

 Data e Horário: Sexta, 02/02, às 19:00h.

Título original: “Stachka”

Lançamento: 1924-1925

País: União Soviética

Diretor: Serguei Mikhailovitch Eisenstein

Elenco: Grigori Aleksandrov/ Aleksandr Antonov / Yudif Glizer / Ivan Klyukvin

Gênero:
Drama

CLASSIFICAÇÃO: 14 anos

SINOPSE:

Em 1924, o jovem Sergei Eisenstein, então com 26 anos, dirigiu o filme que mudaria a estética e a linguagem do Cinema Sovíético, A GREVE é uma visionária experimentação de manipulação de imagem. Recriando brilhantemente a greve que ocorreu em 1912 na Tsarist Russia, num conflito entre operários e polícia.

CRÍTICA:

<<A greve (1925) não busca reconstituir de modo naturalista alguma greve específica. Seu realismo é de outra ordem: aposta numa encenação influenciada pelo teatro de Meyerhold e pelo “excentrismo” de seus jovens amigos de Feks. Nesse longa de estreia, Eisenstein dava continuidade aos experimentos que vinha fazendo no Proletkult, mesclando um estilo afeito ao teatro de vanguarda e a elementos esquemáticos típicos do maniqueísmo melodramático. Em termos gerais, trata-se de um estudo sobre a greve como momento privilegiado de autoconsciência proletária. Se era verdade que se queria entender o “fenômeno greve” era fato que isso devia ser feito pela mobilização até mesmo física do espectador. Era preciso impactá-lo por um “cine-punho” – expressão que Eisenstein oporia ao “cine-olho” de Vertov.”>>
(...)

FONTES:

Making Off:


Filmow:


Convergência cinéfila:


Recanto adormecido:


Duração:  94 minutos


TRAILER:  


Nenhum comentário :

Postar um comentário

Recent Posts